05/02/2018 08h04

Gaeco cumpre mandados na prefeitura para apurar contratação ilegal de professores

Investigação conduzida pela 16ª Promotoria de Justiça de Dourados apura a contratação ilegal de professores temporários em detrimento de professores já aprovados em concurso público. Os agentes chegaram num carro descaracterizado

Por: DouradosAgora
 
fotos - Cido Costa/DouradosAgora fotos - Cido Costa/DouradosAgora

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrou esta manhã a Operação "Volta às Aulas", junto à Prefeitura de Dourados.

Os agentes, que chegaram em carro descaracterizado, cumprem mandados de busca e apreensão nas secretarias de Educação e Administração do Município. Eles pediram que os servidores ficassem do lado de fora dos prédios, onde ocorre a operação.

CURTA O DIÁRIO NO FACEBOOK

Segundo informações levantadas pelo DouradosAgora, que acompanha a movimentação no local, a investigação conduzida pela 16ª Promotoria de Justiça de Dourados apura a suposta contratação ilegal de professores temporários para a Rede Municipal de Ensino (Reme) em detrimento de professores já aprovados em concurso público.

A ação ocorre esta manhã no Pavilhão de Eventos Dom Teodardo localizado na Vila Industrial, nas imediações do Centro Municipal Administrativo (CAM), junto à Secretaria Municipal de Educação e no Departamento Administrativo, de Recursos Humanos da Prefeitura de Dourados..

O Gaeco é um grupo de atuação especial criado pela Procuradoria Geral de Justiça em 1995, que tem como função básica o combate a organizações criminosas e se caracteriza pela atuação direta dos Promotores na prática de atos de investigação, diretamente ou em conjunto com organismos policiais e outros organismos.

Envie seu Comentário